Malu já fala bastante e nos surpreende a cada dia  com suas tiradas. A gente já “conversa” e é uma delícia andar de carro com ela papeando. Ela pede para cantar, conta história que ainda não consigo traduzir, mas principalmente, pede meu celular para jogar seus jogos.

Aliás, em breve terei de comprar um novo para mim porque o que tenho já está dominado pelos jogos dela e a todo instante que pego está com a bateria arriada porque ela abre todos, absolutamente todos os programas que acha interessante, isto é, os que tem um ícone mais chamativo!

Ela já consegue escolher o que quer, já sabe quais são os botões de play e back, play again. Passa as fotos com o dedinho bem ligeiro e liga a câmera para tirar fotos. Gosta mais do que imitam sua voz e repetem o que fala. Conversa com eles e espera que respondam.

Ela também está na fase do “É meu” , “É minha” , “Não”… Acabou de entender que não precisa dar um brinquedo para outro amiguinho quando esse toma da mão dela, está se defendendo melhor também com as palavras e com o corpo.

Já desenha os olhos, cabeça, nariz, boca, pernas e braços dos personagens. Sabe desenhar bem um peixe, nuvem com chuva, e alguns bichinhos. Uma coisa que me chamou bastante atenção é a forma como epga no lápis bem direito e forte. Tem bastante personalizade e pé no chão, traça o braço dos desenhos de uma ponta a outra do papel e faz o chão uando desenha a árvore e outros animais. Também me interessei em ver que ela completa espaços que ficam vazios em contornos dos desenhos e liga um ao outro como um dia a ensinei a fazer.

Tem algumas frases que ficaram na cabeça como a que ela disse em nossas férias de Carnaval em Palmas quando ouviu o Grilo pela primeira vez. Ela perguntou:  “O que é isso mamãe?” e eu respondi: – “É um grilo filha!”. No dia seguinte passando de bicicleta no mesmo lugar ela disse: “Ouviu isso mamãe? O grilo”!

Outra foi na volta da viagem quando viu uma imagem de beija flor. Ela perguntou o que era e eu disse que era um beija flor. Então ela demorou um intante e perguntou: “Ele é parecido com flor mamãe?” E eu disse: – “Não filha, aquele bico grande serve para beijar a flor e por isso tem esse nome!”. Então ela se acalmou!

Usa o não para tudo em seu repertório:

Precisa termômetro não, Não quero não, Não tá quente não (nesse caso se quer comer logo que a comida chega à mesa), etc…

Tá bem esperta e continua sorridente para as pessoas! Esse mês teve sua primeira férias na praia, “A praia da piscina”como disse, porque compramos uma piscina bem grande para ela e a levamos todos os dias para a praia, mas ela quis mesmo foi se aproximar da água do mar e fazer castelinho na areia, contrariando o esforço do papai em manter a piscina.