A Encantadora de Bebês

A Encantadora de Bebês

Fui presenteada pela minha doce teurapeuta com livros que segundo ela “me ajudarão a não navegar atrás de informação na web”.

O primeiro deles, “A encantadora de bebês – Tracy hogg e Melinda Balu”, recomendo para tranquilizar qualquer mãe e ao mesmo tempo a colocar na realidade caso não saiba que um recém-nascido precisa se alimentar de 2 em 2 horas. É ótimo encontrar o que vem pela frente e se sentir um pouquinho mais preparada para isso.

Com uma praticidade de quem já cuidou de todo o tipo de bebê, a autora ensina o que chama de E.A.S.Y. (Eating – Activing – Sleeping – You). A fase You vem por último para lembrar que você tem seu tempo no meio dessa maratona. Como diria uma amiga… Isso aqui é uma rave!

O outro livro se chama “Nana, nenê – Eduard Estivill e Sylvia de Béjar”. Esse ainda não comecei.

Nana, nenê

Nana, nenê

Vou tecendo algumas dicas conforme a leitura se expandir, mas uma coisa que mais me tocou e passo de antemão foi que o bebê é uma criaturinha que não sabe de nada, um copo vazio pronto para receber o que for que você queira dar. Por isso, é muito importante que a casa tenha o mínimo de regra quando essa pequena pessoa chegar. Dessa forma, todos terão um pouquinho mais de paz e com sorte (leia-se: sem refluxos e cólicas) conseguir dormir melhor depois das 6 semanas.

Me sinto tão descolada… Tadinha!